Formas débiles, 2004

.


Onde vamos, alheio o pensamento,de mãos dadas?
CAMILO PESSANHA